Daniela Mercury (rss)

Daniela Mercury - Nobre Vagabundo

Notapor Roy58 » Lun 22 Abr, 2013 3:07 am


(subido por setipeti)

Letra

Quanto tempo tenho pra matar essa saudade
Meu bem o ciúme é pura vaidade
Se tu foge o tempo logo traz ansiedade
Respirar o amor aspirando liberdade

Respirar o amor aspirando liberdade

Quanto tempo tenho pra matar essa saudade
Meu bem o ciúme é pura vaidade
Se tu foge o tempo logo traz ansiedade
Respirar o amor aspirando liberdade

Tenho a vida doida encabeço o mundo
Sou ariano torto vivo de amor profundo
Sou perecível ao tempo vivo por um segundo
Perdoa meu amor esse nobre vagabundo

Quanto tempo tenho pra matar essa saudade
Meu bem o ciúme é pura vaidade
Se tu foge o tempo logo traz ansiedade
Respirar o amor aspirando liberdade

Tenho a vida doida encabeço o mundo
Sou ariano torto vivo de amor profundo
Sou perecível ao tempo vivo por um segundo
Perdoa meu amor esse nobre vagabundo

Sou perecível ao tempo vivo por um segundo

Perdoa meu amor esse nobre vagabundo
Perdoa meu amor esse nobre vagabundo
Perdoa meu amor esse nobre vagabundo

Quanto tempo tenho pra matar essa saudade
Meu bem o ciúme é pura vaidade
Se tu foge o tempo logo traz ansiedade
Respirar o amor aspirando liberdade

Tenho a vida doida encabeço o mundo
Sou ariano torto vivo de amor profundo
Sou perecível ao tempo vivo por um segundo
Perdoa meu amor esse nobre vagabundo

Perdoa meu amor esse nobre vagabundo
Perdoa meu amor esse nobre vagabundo

"¡El hombre se hace viejo muy rápido pero se hace sabio demasiado tarde!"
Protesto, luego existo (sin familiaridad con Descartes)
Avatar de Usuario
Roy58
Moderador
 
Mensajes: 7930
Registrado: Mié 14 Feb, 2007 10:58 pm
Ubicación: Puente del Mundo, Corazón del Universo
Gracias dadas: 1721
Gracias recibidas: 1669

Daniela Mercury - O Canto Da Cidade (1993)

Notapor Roy58 » Dom 09 Nov, 2014 5:53 pm

Su primer gran éxito y seguramente su canción-insignia en los países fuera de Brasil

Imagen



Letra

A cor dessa cidade sou eu
O canto dessa cidade é meu
A cor dessa cidade sou eu
O canto dessa cidade é meu

O gueto, a rua, a fé
Eu vou andando a pé
Pela cidade bonita
O toque do afoxé
E a força, de onde vem?
Ninguém explica
Ela é bonita
O gueto, a rua, a fé
Eu vou andando a pé
Pela cidade bonita
O toque do afoxé
E a força, de onde vem?
Ninguém explica
Ela é bonita

Uô ô
Verdadeiro amor
Uô ô
Você vai onde eu vou
Uô ô
Verdadeiro amor
Uô ô
Você vai onde eu vou

Não diga que não me quer
Não diga que não quer mais
Eu sou o silêncio da noite
O sol da manhã

Mil voltas o mundo tem
Mas tem um ponto final
Eu sou o primeiro que canta
Eu sou o carnaval

A cor dessa cidade sou eu
O canto dessa cidade é meu
A cor dessa cidade sou eu
O canto dessa cidade é meu

Não diga que não me quer
Não diga que não quer mais
Eu sou o silêncio da noite
O sol da manhã

Mil voltas o mundo tem
Mas tem um ponto final
Eu sou o primeiro que canta
Eu sou o carnaval

Uô ô
Verdadeiro amor
Uô ô
Você vai onde eu vou
Uô ô
Verdadeiro amor
Uô ô
Você vai onde eu vou

A cor dessa cidade sou eu
O canto dessa cidade é meu
A cor dessa cidade sou eu
O canto dessa cidade é meu


Obs: tema trasladado a partir del espacio abierto el 20 de abril de 2013 en favor de la confección del Índice
"¡El hombre se hace viejo muy rápido pero se hace sabio demasiado tarde!"
Protesto, luego existo (sin familiaridad con Descartes)
Avatar de Usuario
Roy58
Moderador
 
Mensajes: 7930
Registrado: Mié 14 Feb, 2007 10:58 pm
Ubicación: Puente del Mundo, Corazón del Universo
Gracias dadas: 1721
Gracias recibidas: 1669

Daniela Mercury - Como É Grande O Meu Amor Por Você

Notapor Roy58 » Dom 09 Nov, 2014 6:02 pm

Daniela Mercury & Roberto Carlos - Como É Grande O Meu Amor Por Você (1994)


(subido por Alex Oliveira)
"¡El hombre se hace viejo muy rápido pero se hace sabio demasiado tarde!"
Protesto, luego existo (sin familiaridad con Descartes)
Avatar de Usuario
Roy58
Moderador
 
Mensajes: 7930
Registrado: Mié 14 Feb, 2007 10:58 pm
Ubicación: Puente del Mundo, Corazón del Universo
Gracias dadas: 1721
Gracias recibidas: 1669

Daniela Mercury - Rosa (1994)

Notapor Roy58 » Sab 13 Dic, 2014 1:46 am



Letra

Ai se não me desse o seu amor
O que seria de mim
Deus meu
O que seria de mim
Ai se não me desse o seu calor
O que seria do frio meu
O que seria de mim

Rosas violetas representam
O sincero carinho
Que tenho por você
Já que a solidão apavora
Por favor vá embora
E me deixe aqui
A pensar em ti
Grande amor

Um beijo teu cheiro
O calor verdadeiro
Cresce no peito
Louco por você
O puro sabor da mulher desejada
A qualquer hora
Até de madrugada

Ô Rosa
Ô ô ô ô Rosa
Ô ô Rosa
Olodum alegria
Cidade a cantar
Salvador

Aiaiaiai aiaiaiai aiaiaiai
uoo uoo
aiaiaiai aiaiaiai aiaiaiai
uooo uoo
aiaiaiai aiaiaiai aiaiaiai
uooo uoo
aiaiaiai aiaiaiai aiaiaiai
uooo Rosa

"¡El hombre se hace viejo muy rápido pero se hace sabio demasiado tarde!"
Protesto, luego existo (sin familiaridad con Descartes)
Avatar de Usuario
Roy58
Moderador
 
Mensajes: 7930
Registrado: Mié 14 Feb, 2007 10:58 pm
Ubicación: Puente del Mundo, Corazón del Universo
Gracias dadas: 1721
Gracias recibidas: 1669

Daniela Mercury - O Mais Belo Dos Belos (1992)

Notapor Roy58 » Sab 13 Dic, 2014 2:09 am

Daniela Mercury - O Mais Belo Dos Belos (A Verdade Do Ilê-O Charme Da Liberdade) (1992)

Imagen



Letra

Quem é que sobe a ladeira do Curuzu?
E a coisa mais linda de se ver?
É o Ilê Ayê
O Mais Belo Dos Belos
Sou eu, sou eu
Bata no peito mais forte
E diga: Eu sou Ilê

Não me pegue não, não, não
Me deixe à vontade
Não me pegue não, não, não
Me deixe à vontade
Deixe eu curtir o Ilê
O charme da liberdade
Como é que é?
Deixe eu curtir o Ilê
O charme da liberdade

Quem não curte não sabe, negão
o que está perdendo
É tanta felicidade
O Ilê Ayê vem trazendo
18 anos de glória, não
São 18 dias
Nessa linda trajetória
No carnaval da Bahia

E a galera a dizer!
Não me pegue não, não, não
Me deixe à vontade
Não me pegue não, não, não
Me deixe à vontade
Deixe eu curtir o Ilê
O charme da Liberdade
Como é que é?
Deixe eu curtir o Ilê
O charme da liberdade

É tão hipnotizante, negão
O swing dessa banda
A minha beleza negra
Aqui é você quem manda
Vai exalar seu charme, vai
Para o mundo ver
Vem mostrar que você é
A Deusa Negra do Ilê
E a galera a dizer!

Não me pegue não, não, não
Me deixe à vontade
Não me pegue não, não, não
Me deixe à vontade
Deixe eu curtir o Ilê
O charme da liberdade
Deixe eu curtir o Ilê
O charme da liberdade

É sábado de carnaval, seu negão
Que tremendo zum, zum, zum
Ele está se preparando para subir o Curuzu
Quem não aguenta chora, não, não de tanta emoção
Deus teve o imenso prazer de criar essa perfeição
E a galera a dizer!

Não me pegue não, não, não
Me deixe à vontade
Não me pegue não, não, não
Me deixe à vontade
Deixe eu curtir o Ilê
O charme da liberdade
Como é que é?
Deixe eu curtir o Ilê
O charme da liberdade

Quem é que sobe a ladeira do Curuzu?
E a coisa mais linda de se ver?
É o Ilê Ayê
O Mais Belo Dos Belos
Sou eu, sou eu
Bata no peito mais forte
E diga: eu sou Ilê

"¡El hombre se hace viejo muy rápido pero se hace sabio demasiado tarde!"
Protesto, luego existo (sin familiaridad con Descartes)
Avatar de Usuario
Roy58
Moderador
 
Mensajes: 7930
Registrado: Mié 14 Feb, 2007 10:58 pm
Ubicación: Puente del Mundo, Corazón del Universo
Gracias dadas: 1721
Gracias recibidas: 1669

Daniela Mercury - Vermelho (ao vivo em Copacabana)

Notapor Roy58 » Sab 13 Dic, 2014 6:30 am



Versión de Fafá De Belém AQUÍ! :flecha:

Versión de David Assayag AQUÍ! :flecha:

Letra

A cor de meu batuque tem o toque
Tem o som da minha voz
Vermelho, vermelhaço, vermelhusco
Vermelhante, vermelhão
O velho comunista se aliançou
Ao rubro do rubor do meu amor
O brilho do meu canto tem o tom
E a expressão da minha cor
(Vermelho)
A cor de meu batuque tem o toque
Tem o som da minha voz
Vermelho, vermelhaço vermelhusco
Vermelhante,
Vermelhão
O velho comunista se aliançou
Ao rubro do rubor do meu amoor
O brilho do meu canto tem o tom
E a expressão da minha cor
(Vermelho)
Meu coração é vermelho
Hei hei hei
De vermelho vive o coração
eoh eoh
Tudo é garantido após a
rosa avermelhar.
Tudo é garantido após o sol vermelhecer
Vermelhou no curral
A ideologia do folclore avermelhou
Vermelhou a paixão
O fogo de artifício da vitória avermelhou
Vermelhou no curral
A ideologia do folclore avermelhou
Vermelhou a paixão
O fogo de artifício da vitória avermelhou

"¡El hombre se hace viejo muy rápido pero se hace sabio demasiado tarde!"
Protesto, luego existo (sin familiaridad con Descartes)
Avatar de Usuario
Roy58
Moderador
 
Mensajes: 7930
Registrado: Mié 14 Feb, 2007 10:58 pm
Ubicación: Puente del Mundo, Corazón del Universo
Gracias dadas: 1721
Gracias recibidas: 1669

Daniela Mercury - Serrado

Notapor Roy58 » Sab 20 Dic, 2014 2:22 am

Excelente versión



Letra

Se o senhor me for louvado
Eu vou voltar pró meu cerrado
Por ali ficou quem temperou
O meu amor e semeou em mim
Essa incrivel saudade
Se é por vontade de Deus,
Valei, valei...
Se pedir a Deus pelo meu prazer
Não for pecado, vou rezar
Pra quando eu voltar a rever repete a 1ª parte
Todas as brincadeiras do passado
Cortejar meu cerrado
E em dia feriado
Viva o cordão azul e encarnado
Eu sei serei feliz de novo meu povo
Deixa eu chorar com você
Serei feliz de novo meu povo
Deixa eu chorar com você
Serei feliz de novo meu povo
Deixa eu chorar

"¡El hombre se hace viejo muy rápido pero se hace sabio demasiado tarde!"
Protesto, luego existo (sin familiaridad con Descartes)
Avatar de Usuario
Roy58
Moderador
 
Mensajes: 7930
Registrado: Mié 14 Feb, 2007 10:58 pm
Ubicación: Puente del Mundo, Corazón del Universo
Gracias dadas: 1721
Gracias recibidas: 1669

Daniela Mercury - Aquarela Do Brasil

Notapor Roy58 » Dom 31 Jul, 2016 7:28 pm

Composición: Ary Barroso


(Subido por Marcus Messias)

Versión de Carmen Miranda (al final del mensaje de Bienvenida) AQUÍ! :flecha:

Versión de Gal Costa (Aquarela Do Brasil) AQUÍ! :flecha:

Versión de Walter Wanderley AQUÍ! :flecha:

Versión de Antônio Carlos Jobim AQUÍ! :flecha:

Versiones de Elis Regina AQUÍ! :flecha:

Versión de João Gilberto & Caetano Veloso AQUÍ! :flecha:

Versión de Trio Esperança AQUÍ! :flecha:

Versión de Roberto Carlos & Martinho Da Vila AQUÍ! :flecha:

Versión de Rosa Passos AQUÍ! :flecha:

Letra

Brasil, meu Brasil brasileiro
Meu mulato inzoneiro
Vou cantar-te nos meus versos

O Brasil, samba que dá
Bamboleio que faz gingar
O Brasil do meu amor
Terra de Nosso Senhor
Brasil pra mim
Pra mim, pra mim

Ah! abre a cortina do passado
Tira a mãe preta do cerrado
Bota o rei congo no congado
Brasil, pra mim


Deixa cantar de novo o trovador
A merencória luz da lua
Toda canção do meu amor
Quero ver essa dona caminhando
Pelos salões arrastando
O seu vestido rendado
Brasil pra mim
Pra mim, pra mim!


Brasil, terra boa e gostosa
Da morena sestrosa
De olhar indiscreto
O Brasil samba que dá
Bamboleio que faz gingar
O Brasil do meu amor
Terra de Nosso Senhor
Brasil pra mim
Pra mim, pra mim!

Oh, esse coqueiro que dá coco
Onde eu amarro a minha rede
Nas noites claras de luar
Brasil pra mim

Ah! ouve estas fontes murmurantes
Aonde eu mato a minha sede
E onde a lua vem brincar
Ah! esse Brasil lindo e trigueiro
É o meu Brasil brasileiro
Terra de samba e pandeiro
Brasil pra mim, pra mim, Brasil!
Brasil pra mim, pra mim, Brasil, Brasil!
"¡El hombre se hace viejo muy rápido pero se hace sabio demasiado tarde!"
Protesto, luego existo (sin familiaridad con Descartes)
Avatar de Usuario
Roy58
Moderador
 
Mensajes: 7930
Registrado: Mié 14 Feb, 2007 10:58 pm
Ubicación: Puente del Mundo, Corazón del Universo
Gracias dadas: 1721
Gracias recibidas: 1669

Anterior

Volver a BRASIL

¿Quién está conectado?

Usuarios navegando por este Foro: No hay usuarios registrados visitando el Foro y 4 invitados