Jorge Vercillo (rss)

Jorge Vercillo & Djavan - Final Feliz (1999)

Notapor Roy58 » Lun 06 Ene, 2014 8:49 pm

Imagen



Mira el VIDEO AQUÍ! :flecha:

Versión de Alexandre Pires & SPC & Caetano Veloso AQUÍ! :flecha:

Letra

Chega de fingir
Eu não tenho nada a esconder
Agora é pra valer, haja o que houver
Não tô nem aí
Eu não tô nem aqui pro que dizem
Eu quero é ser feliz, e viver pra ti

Pode me abraçar sem medo
Pode encostar tua mão na minha
Meu amor
Deixa o tempo se arrastar sem fim
Meu amor
Não há mal nenhum gostar assim
Oh, meu bem
Acredite no final feliz
Meu amor! Meu amor!

Chega de fingir
Eu não tenho nada a esconder
Agora é pra valer, haja o que houver
Não tô nem aí
Eu não tô nem aqui pro que dizem
Eu quero é ser feliz, e viver pra ti

Pode me abraçar sem medo
Pode encostar sua mão na minha
Meu amor
Deixa o tempo se arrastar sem fim
Meu amor
Não há mal nenhum gostar assim
Oh, meu bem
Acredite no final feliz
Meu amor! Meu amor!

Pode me abraçar sem medo
Pode encostar sua mão na minha
Meu amor
Deixa o tempo se arrastar sem fim
Meu amor
Não há mal nenhum gostar assim
Oh, meu bem
Acredite no final feliz
Meu amor! Meu amor!
"¡El hombre se hace viejo muy rápido pero se hace sabio demasiado tarde!"
¡Protesto, luego existo! (sin familiaridad alguna con Descartes)
Avatar de Usuario
Roy58
Moderador
 
Mensajes: 7983
Registrado: Mié 14 Feb, 2007 10:58 pm
Ubicación: Puente del Mundo, Corazón del Universo
Gracias dadas: 1724
Gracias recibidas: 1671

Jorge Vercillo - Ela Une Todas As Coisas (2007)

Notapor Roy58 » Lun 06 Ene, 2014 9:00 pm

Imagen



Letra

Ela une todas as coisas
Como eu poderia explicar
Um doce mistério de rio
Com a transparência de um mar ?

Ela une todas as coisas
Quantos elementos vão lá ?
Sentimento fundo de água
Com toda leveza do ar

Ela está em todas as coisas
Até no vazio que me dá
Quando vejo a tarde cair
E ela não está

Talvez ela saiba de cór
Tudo que eu preciso sentir
Pedra preciosa de olhar !
Ela só precisa existir
Para me completar

Ela une o mar
Com o meu olhar
Ela só precisa existir
Pra me completar

Ela une as quatro estações
Une dois caminhos num só
Sempre que eu me vejo perdido
Une amigos ao meu redor

Ela está em todas as coisas
Até no vazio que me dá
Quando vejo a tarde cair
E ela não está

Talvez ela saiba de cór
Tudo que eu preciso sentir
Pedra preciosa de olhar !
Ela só precisa existir
Para me completar

Ela une o mar
Com o meu olhar
Ela só precisa existir
Pra me completar (2x)

Une o meu viver
Com o seu viver
Ela só precisa existir
Para me completar

Ela une o mar
Com o meu olhar
Ela só precisa existir
Pra me completar
"¡El hombre se hace viejo muy rápido pero se hace sabio demasiado tarde!"
¡Protesto, luego existo! (sin familiaridad alguna con Descartes)
Avatar de Usuario
Roy58
Moderador
 
Mensajes: 7983
Registrado: Mié 14 Feb, 2007 10:58 pm
Ubicación: Puente del Mundo, Corazón del Universo
Gracias dadas: 1724
Gracias recibidas: 1671

Jorge Vercillo - Penso Em Ti (1993)

Notapor Roy58 » Mar 07 Ene, 2014 7:17 am

Imagen



Letra

Eu queria não sentir essa saudade
Que me faz perder o sono e querer mais, mais, mais
Eu queria segurança e liberdade
Mas agora só contigo eu fico em paz, paz, paz...
É a mente que anuncia quando o coração nos trai
Abre as asas, alça vôo, voa, vai, vai, vai...
Minha alma se liberta cada vez que eu penso em ti
Vai no fundo da saudade e me traz, traz, traz
esses olhos que eu não esqueço nunca mais

Penso em ti
Se eu for lembrar de mim eu vou pensar em ti
Penso em ti
a cada pôr do sol que eu vivo sem poder te ver
Penso em ti
é só deitar na cama e a chama clama-te
Penso em ti
até querendo te esquecer

Eu queria não sentir essa saudade
Que me faz perder o sono e te querer mais,mais,mais
Eu queria segurança e liberdade
Mas agora só contigo eu fico em paz, paz,paz
É a mente que anuncia quando o coração nos trai
Abre as asas,alça vôo, voa, vai, vai, vai
Minha alma se liberta cada vez que eu penso em ti
Vai no fundo da saudade e me traz, traz, traz
esses olhos que eu não esqueço nunca mais

Penso em ti
no dia a dia, no meio da rua eu penso em ti
Penso em ti
na correria de Copacabana, mesmo ali
Penso em ti
passando pela tua esquina eu penso em ti
Penso em ti
andando pela praia as ondas vão bater em mim

Penso em ti
é só pegar o violão e eu penso em ti
Penso em ti
e quando você dorme
Penso em ti
Se eu for lembrar de mim eu vou pensar em ti
Penso em ti
a cada pôr do sol que eu vivo sem poder te ver
"¡El hombre se hace viejo muy rápido pero se hace sabio demasiado tarde!"
¡Protesto, luego existo! (sin familiaridad alguna con Descartes)
Avatar de Usuario
Roy58
Moderador
 
Mensajes: 7983
Registrado: Mié 14 Feb, 2007 10:58 pm
Ubicación: Puente del Mundo, Corazón del Universo
Gracias dadas: 1724
Gracias recibidas: 1671

Jorge Vercillo - Leve (1999)

Notapor Roy58 » Mar 07 Ene, 2014 7:23 am

Alguna vez te has sentido así de leve?

Imagen



Letra

Levitar dos colibris
Graciosamente breve
Como pode tão feliz?
Censurar, ninguém se atreve, baby
Não precisam inventar
Qualquer coisa que me eleve
Basta teu sorriso pra dispensar
Asa-delta e ultra-leve

Se carece de definição: Me sinto leve
Céu azul na bolha de sabão que o vento leve
Como folha, o coração
Ao te refletir, um espelho em si
Vira quadro ou vira arte
Salvador Dalí não ousou imaginar-te

E eu me sinto flutuar
Maravilha que me elege
Feito pipa pelo ar, mar azul na areia bege, bege
Como brisa a me beijar
Seu carinho me protege
Me abraça, me derrete ao brincar
Como o mar no iceberg

Com você não tem explicação me sinto leve
Céu azul na bolha de sabão que o vento
Leve como folha, o coração
Ao te refletir, um espelho em si
Vira quadro ou vira arte.
Salvador Dalí não ousou imaginar-te

Se carece de definição: Me sinto leve, leve
Céu azul na bolha de sabão e o vento rege
Como folha, o coração
Ao te refletir, um espelho em si
Vira quadro ou vira arte
Salvador Dalí não ousou jamais imaginar-te
"¡El hombre se hace viejo muy rápido pero se hace sabio demasiado tarde!"
¡Protesto, luego existo! (sin familiaridad alguna con Descartes)
Avatar de Usuario
Roy58
Moderador
 
Mensajes: 7983
Registrado: Mié 14 Feb, 2007 10:58 pm
Ubicación: Puente del Mundo, Corazón del Universo
Gracias dadas: 1724
Gracias recibidas: 1671

Jorge Vercillo - Como Diria Blavatsky (2011)

Notapor Roy58 » Mar 07 Ene, 2014 7:41 am

La música de este sujeto es realmente buena

Imagen



Letra

Não sei olhar pra mim sem ser no espelho
Talvez por que não queira descobrir de onde vim, quem sou
Mas ao me deparar contigo, eu lembro de um tempo

De um tempo em que os humanos não escravizavam os animais
De um tempo em que entendíamos que somos seres imortais!
Do outro lado da galáxia era você o meu mentor.
Brincando, assim me preparava pro ouro e para dor
Dessa missão que eu mesmo escolhi

E antes de eu "descer" me avisou:
- Você não vai saber por que está ali
- Você não vai saber lidar com seu poder
- Nem mesmo vai lembrar quem é, nem de onde vem
Mas hoje, de algo em seu olhar eu me encontrei

Você me faz lembrar que somos deuses
Caídos na terceira dimensão,
Foi nossa escolha então.
E porque não dizer que temos tempo
Pra tudo
Pra tudo
Pra tudo
"¡El hombre se hace viejo muy rápido pero se hace sabio demasiado tarde!"
¡Protesto, luego existo! (sin familiaridad alguna con Descartes)
Avatar de Usuario
Roy58
Moderador
 
Mensajes: 7983
Registrado: Mié 14 Feb, 2007 10:58 pm
Ubicación: Puente del Mundo, Corazón del Universo
Gracias dadas: 1724
Gracias recibidas: 1671

Jorge Vercillo - Em Órbita (1999)

Notapor Roy58 » Mar 07 Ene, 2014 6:03 pm

Imagen



Letra

Quero ter você pelo simples fato de ter tudo a ver,
Não dá pra disfarçar
Céu do bem-querer, tua boca linda, lua sobre o mar
Decifra-me ou te devoro!
Sabe ler meu olhar ?
Fissura é pouco, amor
Eu sinto que é mais fundo que o mar
Êxtase, frênesi
É todo meu viver
Em órbita há dias por você

Quero ter você
Muito mais que um dia eu sonhei querer
É só você chegar
Pra me enlouquecer,
Brilho espontâneo de oceano e mar
E um Mediterrâneo no
Azul do olhar, ah, meu Deus!
Deslumbre é pouco, amor
Eu digo que é mais fundo que o mar
Êxtase, frênesi
É o céu do meu viver
Em órbita há dias por você

Sabe ler meu olhar ?
Fissura é pouco, amor
Eu sinto que é mais fundo que o mar
Êxtase, frênesi
É todo meu viver
Em órbita até pousar, em órbita até descer
Em órbita há dias por você
"¡El hombre se hace viejo muy rápido pero se hace sabio demasiado tarde!"
¡Protesto, luego existo! (sin familiaridad alguna con Descartes)
Avatar de Usuario
Roy58
Moderador
 
Mensajes: 7983
Registrado: Mié 14 Feb, 2007 10:58 pm
Ubicación: Puente del Mundo, Corazón del Universo
Gracias dadas: 1724
Gracias recibidas: 1671

Jorge Vercillo - Deve Ser (2010)

Notapor Roy58 » Mar 07 Ene, 2014 6:20 pm

Imagen



Letra

Deve ser
uma ilha descoberta em mim
um sinal de que seria assim
começar gostar de ti

Deve ser
um princípio de fascinação
o poder de uma revolução
ser tocado por você

Porque foi assim
como a primavera
para quem dorme do seu lado

Porque foi para mim
Toda fantasia
faz espelho nos seus lábios

Deve ser
como de repente
o céu se abrir
Como ver o que eu
não percebi
começar gostar de ti

Deve ser
ser agraciado e não saber
Nem imaginava merecer
ser amado por você
"¡El hombre se hace viejo muy rápido pero se hace sabio demasiado tarde!"
¡Protesto, luego existo! (sin familiaridad alguna con Descartes)
Avatar de Usuario
Roy58
Moderador
 
Mensajes: 7983
Registrado: Mié 14 Feb, 2007 10:58 pm
Ubicación: Puente del Mundo, Corazón del Universo
Gracias dadas: 1724
Gracias recibidas: 1671

Jorge Vercillo - Beatriz (1999)

Notapor Roy58 » Mar 07 Ene, 2014 6:31 pm

No creo que haya sido su fuente de inspiración pero la imagen de la bella modelo brasileña Ana Beatriz Barros bien podría haberlo sido...

Imagen



Letra

Olha,
Será que ela é moça?
Será que ela é triste?
Será que é o contrário?
Será que é pintura o rosto da atriz?
Se ela dança no sétimo céu
Se ela acredita que é outro país
E se ela só decora o seu papel
E se eu pudesse entrar na sua vida

Olha,
Será que é de louça?
Será que é de éter?
Será que é loucura?
Será que é cenário a casa da atriz?
Se ela mora num arranha-céu
E se as paredes são feitas de giz
E se ela chora num quarto de hotel
E se eu pudesse entrar na sua vida

Sim, me leva para sempre Beatriz
Me ensina a não andar com os pés no chão
Para sempre é sempre por um triz
Ah, diz quantos desastres tem na minha mão
Diz se é perigoso a gente ser feliz

Olha,
Será que é uma estrela?
Será que é mentira? [mentira, mentira, mentira]
Será que é comédia?
Será que é divina a vida da atriz?
Se ela um dia despencar do céu
E se os pagantes exigirem bis
E se um arcanjo passar o chapéu
E se eu pudesse entrar na sua vida
"¡El hombre se hace viejo muy rápido pero se hace sabio demasiado tarde!"
¡Protesto, luego existo! (sin familiaridad alguna con Descartes)
Avatar de Usuario
Roy58
Moderador
 
Mensajes: 7983
Registrado: Mié 14 Feb, 2007 10:58 pm
Ubicación: Puente del Mundo, Corazón del Universo
Gracias dadas: 1724
Gracias recibidas: 1671

Jorge Vercillo & Milton Nascimento - Há De Ser (2010)

Notapor Roy58 » Mar 07 Ene, 2014 6:53 pm

Imagen



Letra

Há de ser bonito
Há de ser
Há de ser finito
Há de ser
Há de ser sereno
Há de ser perene
Há de ser efêmero

Há de ser pecado
Há de ser
Há de ser sagrado
Há de ser
Há de ser volúvel
Há de ser ambíguo
Há de ser altivo

Construirei nosso ninho
Nas paredes do penhasco
Pra que nenhum paparazzi
Ouse quebrar nosso casco
Nas pedras de uma caverna
Vou deixar a nossa história
Para que o vento do tempo
Não nos apague da memória

Há de ser impune
Há de ser
Há de ser insone
Há de ser
Há de ser escândalo
Há de ser relâmpago, ciclone

Há de ser exílio
Há de ser
Há de ser retiro
Há de ser
Há de ser luxúria
Há de ser promessa
Há de ser ternura

Cientistas e arqueólogos
Registrarão indícios
De que uma estranha energia
Paira por nossos vestígios
O sentimento resistirá
Aos tempos como fóssil
E o mundo então saberá
Que ali viveu o amor mais dócil

Construirei nosso ninho
Nas paredes do penhasco
Pra que nenhum paparazzi
Ouse quebrar nosso casco
Nas pedras de uma caverna
Vou deixar a nossa história
Para que o vento do tempo
Não nos apague da memória

Há de ser bonito
Há de ser
Há de ser finito
Há de ser
Há de ser sereno
Há de ser perene
Há de ser efêmero
"¡El hombre se hace viejo muy rápido pero se hace sabio demasiado tarde!"
¡Protesto, luego existo! (sin familiaridad alguna con Descartes)
Avatar de Usuario
Roy58
Moderador
 
Mensajes: 7983
Registrado: Mié 14 Feb, 2007 10:58 pm
Ubicación: Puente del Mundo, Corazón del Universo
Gracias dadas: 1724
Gracias recibidas: 1671

Jorge Vercillo - Me Transformo Em Luar (2010)

Notapor Roy58 » Mar 07 Ene, 2014 7:48 pm

Imagen



Letra

Investir o tempo em você
É um lucro absurdo de vida e prazer
Cultivar o brilho em seu olhar
É a coisa mais bela que eu posso querer

Me transformo em luar
Pra saber dos seus pensamentos na beira do mar
Eu não penso em mais ninguém
O seu beijo fica comigo, me faz seu refém
Nossas vidas vão seguir, eu sei

Nos sinais que a sua pele traz
Tem nome de estrelas e constelações
Sei de cor as marcas de um verão
Da saboneteira ao vale dos seios

Me transformo em luar
Pra saber dos seus pensamentos na beira do mar
Eu não penso em mais ninguém
O teu beijo fica comigo e me faz seu refém
Nossas vidas vão seguir, eu sei

Já desisti de pensar
Mas não consigo esquecer
Eu sem você já não há
É o que o amor quer dizer
"¡El hombre se hace viejo muy rápido pero se hace sabio demasiado tarde!"
¡Protesto, luego existo! (sin familiaridad alguna con Descartes)
Avatar de Usuario
Roy58
Moderador
 
Mensajes: 7983
Registrado: Mié 14 Feb, 2007 10:58 pm
Ubicación: Puente del Mundo, Corazón del Universo
Gracias dadas: 1724
Gracias recibidas: 1671

Jorge Vercillo & Ninah Jo - Memória Do Prazer (2010)

Notapor Roy58 » Mar 07 Ene, 2014 8:21 pm



Letra

Penso em você
É uma canção
Que eu não consigo esquecer

Penso em você
E é o livro
De um amor que não se lê
Penso em você
E acho que nunca saberia rejeitar
Um pensamento assim
É o perfume na memória do prazer

Penso em você
Há tanto pra contar
E há tanto pra viver

Penso em você
Por entre as telas
Pelos quadros de Matisse
Penso em você
Em um soneto ensolarado de Vinícius

Penso em você
E essa paisagem
Em cada passo mais bonita
Se revelará
E acho que até hoje
Dela eu não saí

Penso em você
Há tanto pra contar
E há tanto pra viver
"¡El hombre se hace viejo muy rápido pero se hace sabio demasiado tarde!"
¡Protesto, luego existo! (sin familiaridad alguna con Descartes)
Avatar de Usuario
Roy58
Moderador
 
Mensajes: 7983
Registrado: Mié 14 Feb, 2007 10:58 pm
Ubicación: Puente del Mundo, Corazón del Universo
Gracias dadas: 1724
Gracias recibidas: 1671

Jorge Vercillo - Avesso (1999)

Notapor Roy58 » Mar 07 Ene, 2014 8:40 pm

Una de las que más me gusta de este disco



Letra

Nós já temos encontro marcado
Eu só não sei quando
Se daqui a dois dias
Se daqui a mil anos
Com dois canos pra mim apontados
Ousaria te olhar, ousaria te ver
Num insuspeitavel bar, pra decência não nos ver
Perigoso é te amar, doloroso querer
Somos homens pra saber o que é melhor pra nós
O desejo a nos punir, só porque somos iguais
A Idade Média é aqui
Mesmo que me arranquem o sexo, minha honra, meu prazer
Te amar eu ousaria
E você, o que fará se esse orgulho nos perder?

No clarão do luar espero
Cá nos braços do mar me entrego
Quanto tempo levar, quero saber se você
É tão forte que nem lá no fundo irá desejar

No clarão do luar, espero
Cá nos braços do mar me entrego
Quanto tempo levar, quero saber se você
É tão forte que nem lá no fundo irá desejar

O que eu sinto, meu Deus, é tão forte!
Até pode matar
O teu pai já me jurou de morte
por eu te desviar
Se os boatos criarem raízes
Ousarias me olhar, ousarias me ver
Dois meninos num vagão e o mistério do prazer
Perigoso é te amar, obscuro querer
Somos grandes para entender, mas pequenos para opinar
Se eles vão nos receber é mais fácil condenar
ou noivados pra fingir
Mesmo que chegue o momento que eu não esteja mais aqui
E meus ossos virem adubo
Você pode me encontrar no avesso de uma dor

No clarão do luar espero
Cá nos braços do mar me entrego
Quanto tempo levar, quero saber se você
É tão forte que nem lá no fundo irá desejar

No clarão do luar, espero
Cá nos braços do mar me entrego
Quanto tempo levar, quero saber se você
É tão forte que nem lá no fundo irá desejar
"¡El hombre se hace viejo muy rápido pero se hace sabio demasiado tarde!"
¡Protesto, luego existo! (sin familiaridad alguna con Descartes)
Avatar de Usuario
Roy58
Moderador
 
Mensajes: 7983
Registrado: Mié 14 Feb, 2007 10:58 pm
Ubicación: Puente del Mundo, Corazón del Universo
Gracias dadas: 1724
Gracias recibidas: 1671

Jorge Vercillo - Sensível Demais (2011)

Notapor Roy58 » Mar 07 Ene, 2014 8:52 pm



Letra

Hoje eu tive medo de acordar de um sonho lindo
Garantir, reter, guardar essa esperança
Ando em paraísos, descaminhos, precipícios
Ao seu lado vejo que ainda sou uma criança

Sensível demais, eu sou um alguém que chora
Por qualquer lembrança de nós dois
Sensível demais, você me deixou e agora
Como dominar as emoções?

Quando vem á tona todo amor que esta por dentro
Chamo por teu nome em transmissão de pensamento
Longe à sua casa, vejo a luz do quarto acesa
Não tem nada quanto vaza que segure essa represa

Sensível demais, eu sou um alguém que chora
Por qualquer lembrança de nós dois
Sensível demais, você me deixou e agora
Como dominar as emoções?
"¡El hombre se hace viejo muy rápido pero se hace sabio demasiado tarde!"
¡Protesto, luego existo! (sin familiaridad alguna con Descartes)
Avatar de Usuario
Roy58
Moderador
 
Mensajes: 7983
Registrado: Mié 14 Feb, 2007 10:58 pm
Ubicación: Puente del Mundo, Corazón del Universo
Gracias dadas: 1724
Gracias recibidas: 1671

Jorge Vercillo - Arco Íris (2010)

Notapor Roy58 » Mar 07 Ene, 2014 9:14 pm

Imagen



Letra

Azul rei
Verde mar
Eu pedi ao arco íris
Para me emprestar
E lhe dei sem pensar
Pois preciso do infinito que você me dá

Mais que coisa linda quem me dera
Era só quimera pra um sonhador
Lembro o tempo que ficou
Ali na areia
Na noite de estrelas
Na roda de viola

E você que era só quimera
Hoje é minha vida
Hoje é meu amor
E o medo nunca mais me cega
O meu mundo explodiu em cor

Arco íris no olhar
Azul rei por sobre o verde mar
Suas cores
Quem colore
Não tem mais o que fazer
Não me reconheço sem você
Não me engano
Eu te amo
"¡El hombre se hace viejo muy rápido pero se hace sabio demasiado tarde!"
¡Protesto, luego existo! (sin familiaridad alguna con Descartes)
Avatar de Usuario
Roy58
Moderador
 
Mensajes: 7983
Registrado: Mié 14 Feb, 2007 10:58 pm
Ubicación: Puente del Mundo, Corazón del Universo
Gracias dadas: 1724
Gracias recibidas: 1671

Jorge Vercillo - O Reino Das Águas Claras

Notapor Roy58 » Mar 07 Ene, 2014 9:32 pm

Entiendo que esta canción tuvo éxito a inicios de la década por ese "alto astral" que la caracteriza.
Imagínate conduciendo un sábado por la tarde, circunvalando la Lagoa Rodrigo De Freitas en el corazón de la Ciudad Maravillosa, oliendo el salitre del mar no muy distante y escuchando la radio...


Imagen



Letra

Vim de lá
Trouxe a mais bela pérola do mar
Para te coroar
Vim de lá
Pela floresta de algas pude andar
Nem sei como eu vou contar
Lá no reino das águas claras
Mágico mundo de jóias raras
Meu passeio mais bonito
Tantos cardumes, que maravilha
Dançando juntos como quadrilha
Onde as cores não tem fim
Todos os seres em harmonia
Tudo transborda alegria
Hoje é dia de festa
Dentro do palácio encantado
Um príncipe escamado vai se coroar
"¡El hombre se hace viejo muy rápido pero se hace sabio demasiado tarde!"
¡Protesto, luego existo! (sin familiaridad alguna con Descartes)
Avatar de Usuario
Roy58
Moderador
 
Mensajes: 7983
Registrado: Mié 14 Feb, 2007 10:58 pm
Ubicación: Puente del Mundo, Corazón del Universo
Gracias dadas: 1724
Gracias recibidas: 1671

AnteriorSiguiente

Volver a BRASIL

¿Quién está conectado?

Usuarios navegando por este Foro: No hay usuarios registrados visitando el Foro y 2 invitados